Bar e restaurante São Cristóvão inicia em novembro a 6ª edição do festival Oswaldo Aranha

Receita de Filé à Osvaldo Aranha nobre

Fundado em 2000 por Leonardo Prado, e um dos primeiros a fixar-se na Vila Madalena, o bar e restaurante São Cristóvão sempre pautou seu cardápio, atendimento e decoração a partir de dois elementos clássicos dos botequins – culinária e decoração.

Com um cardápio bem elaborado, que remete aos pratos clássicos da gastronomia dos botequins; um nome que faz uma homenagem ao tradicional clube do subúrbio do Rio, o São Cristóvão Futebol e Regatas e uma decoração temática, o São Cristóvão firmou-se como um bar que oferece o aconchego informal dos botequins, sem abrir mão da qualidade do serviço.

Dono de uma vasta coleção de reportagens, ilustrações, fotos e pequenas peças que remetem ao tema do futebol, Leo (como conhecido e tratado pelos clientes) resolveu partilhar com os frequentadores do São Cristóvão parte do seu acervo e o expos no bar. Nas paredes do bar você pode localizar, entre uma variedade de quadros de diversos tamanhos (mais de três mil), uma foto do jogador Pelé, no vestiário, ensaboado, cumprimentando um visitante ilustre, o então senador dos Estados Unidos, Robert Kennedy, em 1965. Se correr os olhos em baixo do Balcão, onde um dos mais premiados chopes de São Paulo é servido, você verá uma capa da revista Manchete, onde está registrada a hoje pudica Xuxa vestindo uma curtíssima baby look do Flamengo, numa pose para lá de sensual. Este é São Cristóvão!

Após consolidar-se como um tradicional e eclético ponto de encontro da Vila Madalena – onde você pode encontrar desde famílias, jovens casais almoçando até um grupo de amigos bebericando, enquanto aguarda a transmissão de jogo de futebol ou moças curtindo uma gravação do samba “Escurinho”, cantada por Ciro Monteiro – Leo decidiu em 2006 fazer uma homenagem ao prato mais vendido no São Cristóvão (cerca mil por mês), o filé Oswaldo Aranha e criar um festival, que oferece ao longo de um mês, o prato clássico, como foi “desenhado” pelo diplomata Oswaldo Aranha, e mais três variações criadas pelo chef do São Cristóvão, Rodolfo Pires.

“Quando idealizamos o festival Oswaldo Aranha nossa intenção era fazer uma homenagem e, ao mesmo tempo, uma releitura do principal prato da casa como forma de partilhar com nossos clientes este sucesso. No fundo, o festival é um agradecimento à fidelidade dos nossos clientes”, comenta Leo sobre a motivação do festival Oswaldo Aranha.

OSWALDO ARANHA, CRIADOR E CRIATURA

Nascido pelas mãos de um gaúcho, o então diplomata Oswaldo Aranha, aquele filé alto acompanhado de arroz, batata portuguesas e farofa, finalizado com alho frito em cima da carne ganhou sotaque carioca, por uma simples razão: o Rio de Janeiro, no final da década de 30 ainda era a capital do país. Lá, encontravam-se as principais lideranças políticas nacionais. Foi na mesa do bar Cosmopolita, na Lapa, onde políticos se reuniam que o ministro das Relações Exteriores, Oswaldo Aranha, deu vida a seu desejo gastronômico criando o prato que foi batizado com seu nome.

OSWALDO ARANHA ORIGINAL, SÓ NO SÃO CRISTÓVÃO
oswaldo-aranhaDepois de oitenta anos de história, o filé a Oswaldo Aranha ultrapassou as fronteiras cariocas e foi se alojar nos cardápios de bares e restaurantes de todo país. No São Cristóvão, o prato clássico voltou a sua origem e é servido como nas primeiras vezes que foi feito. Aconchegado em uma frigideira, onde se reúnem os todos os ingredientes que compõe esta iguaria nacional. “Não podíamos correr o risco de deixar o homenageado irritado”, brinca Leo, “ao ver sua criação apresentada de forma acética e deturpada. Afinal um dos charmes do prato está no encontro dos sabores dos ingredientes que o formam”.

Festival Oswaldo Aranha – São Cristóvão
O festival acontece durante todo o mês de novembro e serão oferecidos o prato clássico e três releituras do Chef Rodolfo Pires, com seguinte programação:
· Tradicional (à La Cosmopolita) – de 3 a 8 de novembro

200g de file mignon grelhado, farofa, fritas portuguesa, chip de alho e arroz.
· Ancho – de 9 a 15 de novembro

200 g de ancho grelhado, batata rustica assada, farofa, alho em conserva e arroz colorido (cebola roxa, milho verde, ervilha).
· Costela gaúcha – de 16 a 22 de novembro

Costela grelhada, farofa da nega (farofa molhadinha, feita com abobora e cenoura), mandioca frita, arroz branco e alho “confit”.
· Picanha – 23 a 30 de novembro

200 g de picanha grelhada, maionese de batata, arroz, farofa rica de milho, alho frito. Os pratos são individuais e têm o mesmo valor: R$ 40,00.

Bar e Restaurante São Cristóvão – serviço
O bar e restaurante São Cristóvão fica na Rua Aspicuelta, 533, na Vila Madalena. Funciona de segunda a domingo das 12h às 01h30. Aceita cartões de crédito de todas as bandeiras e tíquetes Alelo, Sodexo Pass, Ticket Restaurante Eletrônico, Vale-Refeição. Conta com acesso para deficientes, ar condicionado e tem capacidade de 120 lugares. Reservas podem ser feitas pelo telefone: 11.3097-9904.

Comida e Receitas

Fundado em 2007, o site Comida e Receitas tem como objetivo ser referência do setor, para isso vai além do feijão com arroz e conta com milhares de receitas incluindo receitas típicas, regionais e até internacionais, além de dicas, glossário, matérias e especiais temáticos.

Você pode gostar...