7 mitos e verdades sobre as batatas pré-fritas congeladas

Queridinha de consumidores de todas as idades, as batatas fritas têm tantos fãs que existe até um museu em Bruxelas dedicado a elas. Porém, enquanto é uma grande paixão para muitos, há ainda quem as tenha como vilãs, sobretudo quando se trata das pré-fritas congeladas. Para esclarecer os principais diferenciais dessa iguaria, preparamos a lista abaixo com mitos e verdades sobre o processo de fabricação, o modo de preparo adequado e o consumo dessas delícias:

1. As batatas congeladas não são feitas com ingredientes naturais.

Mito. Mesmo existindo opções em formatos moldados, como Smiles e Emoticons, o produto é feito da própria batata, que é apenas manipulada para ganhar novas formas ou cortes, aproveitando todas as partes do tubérculo no processo de fabricação. Essa padronização facilita também o momento do preparo final, garantindo que todas as batatas fiquem prontas ao mesmo tempo, sem o risco de algumas queimarem, enquanto outras ficam cruas.

2. Quem busca uma dieta equilibrada não deve consumir esse tipo de batata.

Mito. Basta ter moderação na frequência de consumo e no tamanho das porções de qualquer alimento ingerido para ter equilíbrio na dieta. Preparar um prato equilibrado com diversidade de nutrientes, legumes, verduras e proteínas, também conta pontos para manter a dieta em dia e deixar a batata frita compor uma refeição sem pesar na balança e na consciência.

3. Mesmo as batatas congeladas feitas ao forno são pré-fritas.

Verdade. Todas as batatas fritas preparadas com congelamento prévio passam por um processo rápido de fritura anterior que facilita o preparo na casa dos consumidores. A dupla fritura é inclusive um método usado por grandes Chefs para manter uma crocância superior. E não significa que essas sejam menos saudáveis do que as batatas preparadas em casa. Inclusive, o processo rápido e com imersão completa em óleo chega absorver menos gorduras que muitas frituras caseiras, que levam mais tempo de imersão incompleta no óleo.

4. As batatas congeladas possuem conservantes.

Parcialmente verdade. A maioria das versões no mercado não possuem.

“O processo de pré-fritura a 175º C com o posterior congelamento em baixíssimas temperaturas é o que conserva nossas batatas por 18 a 24 meses antes do consumo final. Nossos produtos conseguem ser 100% batata e não levam nenhum conservante por isso”, diz Priscila Macedo, Gerente de Qualidade da McCain Brasil – empresa líder mundial no segmento de batatas pré-fritas congeladas.

O importante aqui é ficar de olho nos rótulos e escolher produtos de qualidade.

5. As batatas devem ser descongeladas antes de irem ao forno.

Mito. As batatas congeladas devem ir do freezer direto para o forno, quando este é om modo de preparo indicado, para evitar que percam a consistência.

“Nosso portfólio McCain Ao Forno é fabricado seguindo um processo especial que garante crocância e sabor mesmo em um modo de preparo sem fritura, adicionando também praticidade para o consumo em casa”, diz Victoria Gabrielli, Diretora de Marketing da McCain Brasil.

6. Batatas congeladas perdem o sabor natural.

Mito. Se a qualidade do alimento é observada desde o seu plantio, com a atuação de especialistas que cuidem do solo até o armazenamento do produto, aliando tecnologias que favoreçam o processo, é possível manter o alimento naturalmente gostoso mesmo após o seu congelamento. 

7. Batatas congeladas têm prazo de validade.

Verdade. Em média, produtos congelados duram de 18 a 24 meses no freezer, mantidos a -18º C de temperatura. Verificar um prazo de validade válido antes de consumir e manter o armazenamento correto garantem um produto de qualidade de acordo com os padrões de cada fabricante.

Comida e Receitas

Fundado em 2007, o site Comida e Receitas tem como objetivo ser referência do setor, para isso vai além do feijão com arroz e conta com milhares de receitas incluindo receitas típicas, regionais e até internacionais, além de dicas, glossário, matérias e especiais temáticos.

Você pode gostar...